quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Flamingo (Phoenicopterus ruber)

Espero conseguir melhores fotos em 2010 destes flamingos.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Andorinha-das-barreiras (Riparia riparia)


É uma ave que nos podemos aproximar o bastante para fazer umas boas fotos.

Tagaz (Gelochelidon nilotica)

Fotografei esta ave no arrozais à caça de lagostins, é muito rápida e difícil de fotografar em voo, acho que tive sorte nesta.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Cegonha-branca (Ciconia ciconia)

As Cegonhas são menos tolerantes a observadores, as fotos tem de ser feitas algo longe, sorte é que é uma ave grande, (é obvio, tem de trazer todos aqueles aqueles bebés de Paris), aqui devem estar numa pausa a alimentar-se nos arrozais.

Alvéola-amarela (Motacilla flava)


Encontrei várias na Lezírias do Tejo, podemos nos aproximar com cuidado e fazer umas fotos.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Libelinhas


Estas fotos são dedicadas ao Alfredo do Ponto e ao Eduardo Almeida, que tiveram de esperar nas urgências do hospital para que me suturassem a cabeça (8 pontos), para irmos fotografar para a Serra da Gardunha, Obrigado.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Íbis-preta (Plegadis falcinellus)


Andam em pequenos bandos, na primeira foto estava a alimentar-se nos arrozais das Lezírias.

Bispo-de-coroa-amarela (Euplectes afer)




É uma ave que tem um voar muito engraçado, parece um abelhão grande, e não é muito rápida. Estas fotos foram feitas na companhia do Alfredo do ponto.


segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Pateira de Fermentelos







Finalmente conheci este belo lugar graças ao meu amigo E. Almeida, pena o tempo não ajudar muito, mas penso que consegui umas boas fotos.



Melro-preto (Turdus merula)

Na primeira foto, o ninho estava mesmo por debaixo das minhas escadas, o segundo foi fotgrafado perto de Proença, na Sarzedinha.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

A caminho da azeitona

Num dia cheio de nevoeiro, ia este senhor com o seu burro a caminho para a apanha da azeitona, já é uma imagem que difcilmente se vê.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Pardal-comum (Passer domesticus)




Estes pardais vivem ás centenas perto de Proença, ao fim do dia juntam-se num grande bando para pernoitar.


sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Pisco-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula)


O primeiro anda por aqui perto de onde trabalho, de vez em quando ainda o oiço, foi uma sorte conseguir fotografar, ou outro foi no Vergão, pena estar muito longe e a foto não ser melhor.

Felosinha (Phylloscopus collybita)


De vez em quando aparecem na arvore que tenho em frente ao meu escritório, desta vez consegui fotografar, mas a luz do dia por vezes não ajuda.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Pardal-comum (Passer domesticus)


Aqui no bairro onde vivo existem muitos, nidificam na camélia que tenho à frente da casa e debaixo das telhas do meu beirado.

Alvéola-branca (Motacilla alba)

Achei que poderia dar uma boa foto, pelo menos ficou bastante nítida.

Chapim-rabilongo (Aegithalos caudatus)

Andava num pequeno grupo pelas estêvas.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Cartaxo-comum (Saxicola torquata)


Este casalinho de cartaxos andava pela horta sem se preocupar muito comigo, nem foi necessário usar camuflagem.

Pôr-do-Sol no Vergão

Um belo fim de dia que consegui fotografar na aldeia de Vergão.

Louva-a-deus-comum (Mantis religiosa)

Trata-se de uma femea, penso que muita gente deve saber que enquanto os machos tentam acasalar ou depois de, elas arrancam a cabeça do seu parceiro.

sábado, 31 de outubro de 2009

Cia (Emberiza cia)

Os carros tambem são um bom esconderijo (ou Hide) para podermos observar aves, tem é de se ter muita paciencia tambem para que as aves apareçam.

Felosa-poliglota (Hippolais polyglotta)

Andava á procura de insectos nas estevas e foi aproximando-se do carro onde eu estava.

Felosinha (Phylloscopus collybita)

Estava um pouco longe, mesmo assim ainda deu uma foto razoavél.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Taralhão (Ficedula hypoleuca)


O taralhão estava curioso por ver ali um vulto que de repente ali apareceu, claro que eu estava camuflado e quase imóvel.

Cotovia-arbórea (Lullula arborea)


Alguma aves são difíceis de identificar, eu próprio tenho de recorrer a amigos ou a outros sites aos quais peço informações, neste caso foi ao http://www.avesdeportugal.info/index.html obrigado a eles.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Cia (Emberiza cia)


No mesmo local da anterior Alvéola, tambem andava este passarito, curioso o nome que tem.

Alvéola-branca (Motacilla alba)

Com muito calor, é mais frequente encontrar algumas aves junto da água, era o caso desta Alvéola que passeava junto da água.